As informações geradas pelo Ensaio de Proficiência colaboram para a melhoria dos laboratórios, auxiliam os fabricantes de kits e beneficiam toda a sociedade.

Como o Ensaio de Proficiência de SARS-CoV2 auxilia o setor diagnóstico
A participação no EP é evidência de comprometimento do laboratório com a confiabilidade dos seus laudos

No atual cenário de pandemia da Covid-19, em que constantes tecnologias estão em aprimoramento ou emergindo para auxílio do diagnóstico, a participação num Ensaio de Proficiência (EP), ferramenta também conhecida como Controle Externo da Qualidade, é evidência de comprometimento do laboratório com a confiabilidade dos seus laudos.

A liberação de resultados precisos conduz a uma conduta clínica precoce do paciente e a dados epidemiológicos fidedignos. Os laudos laboratoriais para Covid-19 são referências para rastreamento de contatos do indivíduo infectado, visando ao controle de transmissão da doença. Esses dados também são utilizados pelas autoridades para o planejamento e ações de enfrentamento à pandemia.

O EP é um dos mecanismos de controle da qualidade dos resultados. Funciona assim: o laboratório recebe as amostras com resultados desconhecidos e é instruído a testá-las da mesma forma que as amostras de pacientes. Os resultados encontrados pelo laboratório são enviados ao provedor de proficiência, como a Controllab.

Após receber os dados dos laboratórios e aplicar um tratamento estatístico de comparação e avaliação dos resultados, o provedor emite um relatório para cada participante. Nele, é possível identificar o resultado esperado frente ao dado reportado. São informações que, quando analisadas criticamente pelo participante, contribuem para a melhoria contínua do laboratório e, consequentemente, para a confiabilidade de médicos e pacientes.

O desempenho do grupo de participantes por sistema analítico evidencia o quão eficientemente esses laboratórios estão aplicando as técnicas do sistema, mas também podem ser verificadas inconsistências em lotes de kits diagnósticos distribuídos pelos fabricantes ou até mesmo questões de aprimoramentos desse sistema analítico quando comparados por outros grupos semelhantes.

Comprometida com o apoio às rotinas diagnósticas, a Controllab foi pioneira na oferta de EP para SARS-CoV2 e recentemente foi acreditada pela Cgcre do Inmetro (PEP 003) para as principais metodologias de detecção da doença. Esse reconhecimento proporcionou à Controllab ser o primeiro provedor de Ensaio de Proficiência no mundo acreditado por pesquisa de Covid-19 pelos métodos de Biologia Molecular, Imunologia por Automação e Teste Laboratorial Remoto (POCT)* para pesquisa de anticorpos e antígeno.

Todos os ensaios oferecidos pela Controllab seguem os critérios da ISO/IEC 17043 e a acreditação é a evidência dessas ações. Ela chancela a confiabilidade e competência em relação aos serviços oferecidos. Ao escolher o programa de Ensaio de Proficiência de um provedor acreditado, o laboratório atende a requisitos de certificações e acreditações.

Atenta à evolução dos diagnósticos para Covid-19, a Controllab expandiu a oferta de controle de qualidade para doença com a matriz saliva. Em setembro, divulgou o 2º relatório interlaboratorial para métodos de SARS-CoV2, com informações valiosas que serão úteis para demonstrar ao mercado o desempenho dos sistemas analíticos utilizados.

Assim como o primeiro relatório, que foi precursor no Brasil, o comportamento obtido na comparação interlaboratorial foi analisado por um grupo de especialistas do setor. O novo documento contempla uma maior diversidade de kits e sistemas automatizados. Ele auxilia tanto os fabricantes de kits quanto os laboratórios, demonstrando a relevância do controle de qualidade para decisões sobre os sistemas implantados na rotina, neste período de aprendizados e incertezas.

Para mais informações sobre as soluções disponibilizadas pela Controllab, acesse o site. Se preferir, entre em contato pelo e-mail contato@controllab.com ou pelos telefones e WhatsApp (21) 97901-0310 e (21) 98036-1592.

*Conforme consulta ao site EPTIS em 14/10/2020.

A liberação de laudos precisos conduz a uma conduta clínica precoce do paciente e a dados epidemiológicos fidedignos
A liberação de laudos precisos conduz a uma conduta clínica precoce do paciente e a dados epidemiológicos fidedignos.

COMPARTILHE

  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • WhatsApp
  • E-mail

Como podemos te ajudar?