Análise de Erro Sistemático Obtido para Imunoglobulinas em Ensaio de Proficiência Frente a Critérios Definidos por Variação Biológica

Análise de Erro Sistemático Obtido para Imunoglobulinas em Ensaio de Proficiência Frente a Critérios Definidos por Variação Biológica

Carlos Albuquerque, Rodrigo Doellinger e Vinicius Biasoli

O Ensaio de Proficiência (EP) tem o propósito de determinar o desempenho de laboratórios na realização de ensaio, por comparação interlaboratorial. O EP auxilia na identificação dos tipos de erros cometidos pelo laboratório (aleatório / e ou sistemático).

A partir do EP pode-se ainda estimar os erros sistemáticos dos laboratórios, desde que se realize a análise de pelo menos dois itens distintos para uma mesma determinação. Tendo como base uma boa estimativa do valor alvo, que pode ser a medida de tendência central dos resultados dos participantes obtida a partir de tratamento estatístico robusto, pode-se estimar o erro total relativo – individual para cada resultado – e o erro sistemático – média dos erros totais relativos.

Como critério de aceitação pode-se usar as especificações para a qualidade com base na variação biológica intra e inter-indivíduo. A partir destas especificações pode-se determinar o erro analítico aceitável, o que inclui o erro aleatório, o erro sistemático e o erro total.

O erro total estipulado por variação biológica tem sido largamente usado em EP como critério de avaliação de resultados individuais. Contudo, a estimação do erro sistemático por Ensaio de Proficiência e a sua comparação ao erro sistemático estipulado por variação biológica ainda são pouco explorados.

Veja também

Assine nossa newsletter

Receba publicações relevantes sobre laboratório e soluções para 
gestão da qualidade.

ENTRAR
AVISO DE COOKIES

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, possibilitando uma navegação mais personalizada, de acordo com as características e o seu interesse.

Para mais informações consulte a nossa Política de Privacidade e Segurança.

PRM 0009

Acreditação Cgcre/Inmetro - Produtor de Material de Referência Certificado

A Controllab é acreditada como Produtor de Material de Referência Certificado (MRC) desde 2016 pela Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE), do Inmetro, sob o n.º PMR 0009. A avaliação dessa conformidade é realizada conforme os requisitos estabelecidos nas normas ABNT NBR ISO 17034 e Inmetro, garantindo assim a competência para a produção dos MRC, conforme Escopo de Acreditação.

Esta acreditação atesta a competência técnica da Controllab em produzir MRC, conforme requisitos internacionais e a habilita para ser reconhecida em outros países, conforme acordos de reconhecimento mútuo, estreitando as barreiras técnicas entre o Brasil e os outros países dos Continentes.

PEP 0003

Acreditação Cgcre/Inmetro - Laboratório de Controle

Em setembro de 2011, a Controllab foi acreditada pela Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE) do Inmetro como provedor de ensaio de proficiência, sob o nºPEP0003. Inicialmente dentro de um projeto piloto do Inmetro, esta acreditação baseou-se na ILAC G13: 2007 e incluiu diversos ensaios clínicos e de hemoterapia. Nas avaliações periódicas desta acreditação novos segmentos e ensaios são incluídos e a avaliação passa a ser conduzida segundo a ABNT NBR ISO/IEC 17043.

Esta acreditação atesta a competência técnica da Controllab em desenvolver e conduzir ensaios de proficiência conforme requisitos internacionais e a habilita reconhecida em outros países, conforme acordos de reconhecimento mútuo firmados pelo Brasil no Mercosul, Américas e Europa.