Desenvolvedora de Sistemas de Informação Laboratorial (LIS) promoveu em São Paulo workshop organizado em parceria com a Controllab e a SBPC/ML

Pixeon, parceira do Programa de Benchmarking de Indicadores Laboratoriais da SBPC/ML e da Controllab

Ter acesso a informações que permitem avaliar a organização em relação ao mercado e melhorar resultados é um dos objetivos do Programa de Benchmarking de Indicadores Laboratoriais (PBIL), conduzido pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial e pela Controllab. Já reduzir a complexidade do levantamento de dados e a possibilidade de erros para promover a confiabilidade das informações é o maior ganho da parceria entre o PBIL e empresas desenvolvedoras de Sistemas de Informação Laboratorial (LIS).

Uma dessas empresas é a Pixeon, fornecedora de soluções e tecnologia para hospitais, clínicas, centros de imagem e laboratórios, que ainda em 2018 firmou com SBPC/ML e Controllab uma parceria para simplificar a coleta de dados. Agora, em 2019, a Pixeon e outras empresas, que vêm realizando ações alinhadas desde então, foram reconhecidas oficialmente como parceiras do PBIL. “O acesso à informação e o poder de facilitar a tomada de decisão bem embasada é o maior valor viabilizado pela nossa parceria”, afirma Armando Buchina, CEO da Pixeon. “O PBIL está totalmente integrado ao LIS, otimizando tempo e recursos envolvidos na coleta de dados, evitando falhas de digitação e garantindo a segurança das informações disponibilizadas em tempo real”, completa.

Armando Buchina, CEO da Pixeon
Armando Buchina, CEO da Pixeon, empresa parceira do Programa de Benchmarking de Indicadores Laboratoriais

Até o momento foram integrados 10 indicadores pela Pixeon. Desde setembro de 2019, todos os clientes dos softwares Pleres SQL, Pleres.Net, Korus e Smart, da empresa, passaram a poder usufruir desta integração. “Mas não vamos parar por aí”, assegura Buchina, acrescentando que a Pixeon está trabalhando no desenvolvimento de mais de 150 indicadores baseados em padrões internacionais que atendem aos diversos processos laboratoriais e à gestão da organização.

Parcerias entre o PBIL e desenvolvedoras de software trazem ganhos para todos. Por um lado, a integração melhora o acesso às informações, agiliza o processo e a tomada de decisão para o laboratório. Por outro, as empresas parcerias também contribuem para a melhoria do programa, participando do Grupo Técnico Assessor (GTA) do Programa de Benchmarking e Indicadores Laboratoriais, da SBPC/ML e Controllab.

“Nós costumamos diferenciar as empresas parceiras pela disponibilização do programa no LIS dos laboratórios”, explica Rafael Lopes, gestor de Serviços da Controllab. “Empresas que são apenas integradoras fazem ações específicas para determinados clientes, que tenham feito essa solicitação; empresas parceiras promovem e disponibilizam o acesso dos indicadores do programa para todos os seus usuários”.

O PBIL foi um dos assuntos do workshop gratuito promovido por Pixeon, SBPC/ML e Controllab, em São Paulo, no dia 2 de dezembro. O encontro “A era dos dados nos laboratórios” proporcionou a troca de experiências entre profissionais frente aos desafios para melhorar o desempenho. Além de Benchmarking, também foram temas da discussão assuntos como Solução em cloud e a Lei Geral de Proteção de Dados. “A Pixeon tem investido cada vez mais em geração de conteúdo de qualidade e em relacionamento. O evento que organizamos em parceria é a união dessas duas características que tanto apreciamos como empresa de tecnologia”, diz Buchina.

Rafael Lopes, gestor de serviços da Controllab
Rafael Lopes, gestor de serviços da Controllab, compartilhando conhecimento com os participantes do workshop.

O Programa de Benchmarking de Indicadores Laboratoriais foi criado em 2006, por Controllab e SBPC/ML, parceiras desde 1977. O objetivo do programa é contribuir com o aumento da produtividade por meio da comparação de resultados com os de outros laboratórios, do estabelecimento de metas e de ações de melhoria. Em 2016, houve um aumento no escopo e uma padronização nos indicadores já existentes, que permitiram a comparação dos dados também internacionalmente. Os desafios que os laboratórios enfrentam para coletar as informações padronizadas para o Programa de Indicadores e Benchmarking vêm sendo discutidos pela SBPC/ML e pela Controllab em fóruns internacionais. Foi dessa discussão que nasceu a colaboração com empresas desenvolvedoras de LIS.

Para ter mais informações sobre como participar do Programa de Indicadores Laboratoriais, entre em contato com a Controllab: contato@controllab.com ou + 55 21 3891-9900


COMPARTILHE

  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • WhatsApp
  • E-mail

Como podemos te ajudar?