Retornar


Profissionais da Controllab fazem parte de equipe de autores de livro da SBPC/ML sobre fatores pré-analíticos nos ensaios laboratoriais


A Controllab participou da elaboração do livro que a Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML) vai lançar durante seu congresso anual, em setembro. A publicação, que traz recomendações sobre fatores pré-analíticos e interferentes em ensaios laboratoriais, será distribuída gratuitamente.

Na obra, os profissionais da Controllab escreveram o capítulo sobre erros nos controles de qualidade durante a fase pré-analítica, um assunto muito pouco explorado, como relata Rafael Monsores Lopes, gestor de Serviços de Ensaios de Proficiência e Controles Internos da Controllab e membro do Comitê Consultivo do Programa de Indicadores Laboratoriais SBPC/ML - Controllab.

"Pesquisamos textos que abordassem os erros pré-analíticos para os controles de qualidade, mas não encontramos", lembra ele, que divide a autoria do capítulo com Luiza Bottino Grangeiro Balli, mestre em Química pela UFRJ e supervisora da Gestão de Serviços da Controllab; e Lívia de Oliveira Soares, especialista em Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde e supervisora da Gestão de Serviços da Controllab.

"As literaturas explicam sobre boas práticas para que os erros sejam minimizados, mas controlar e identificar o impacto deles no final é mais difícil", destaca Rafael, acrescentando que essa fase se refere a um processo interno do laboratório, ao qual o provedor do controle de qualidade não tem acesso.

Livia Soares conta que se viu diante de um grande desafio. Para abordar o assunto, os autores do capítulo fizeram pesquisas junto ao setor de atendimento ao cliente, onde profissionais da Controllab ajudam os laboratórios participantes a identificar fatores responsáveis por suas inadequações. "Fomos identificando os tipos de erros pré-analíticos que acarretavam em alterações nos resultados dos controles de qualidade e mascaravam o seu desempenho analítico".

Os laboratórios estão cada vez mais usando a ferramenta de gestão da Controllab, o CI ONLINE, para o monitoramento do Controle Interno e isso ajudou os autores do livro a escrever esse capítulo. "Contamos hoje com uma visão mais ampla da rotina analítica e de como o laboratório conduz o monitoramento dos erros que são inerentes ao processo", avalia ela.

Luiza Balli lembra que os profissionais da Controllab sempre alertam os clientes sobre a importância de o material de controle, por exemplo, ter a menor interferência externa possível, para que resultado reflita a realidade analítica do laboratório. "Por isso, o manuseio correto é fundamental para que qualquer alteração dos resultados esteja relacionada à rotina laboratorial e não a uma interferência de manuseio que modifique as características do material de controle", ensina.

Ainda segundo ela, um problema bastante comum é a aliquotagem do material de controle. "O laboratório, para maximizar o seu tempo de uso do controle, realiza esse processo sem algumas validações necessárias para determinar homogeneidade e estabilidade a cada um dos analitos que compõem o material de controle. O erro nesse processo pode influenciar nos resultados de seu controle de qualidade e indicar um falso erro no processo analítico do laboratório", explica.

O livro foi coordenado por membros da SBPC/ML, um grupo formado por Nairo Sumita, Adagmar Andriolo, Wilson Shcolnik, Gustavo Aguiar Campana, Fábio Vasconcellos Brazão, Carlos Alberto Mayora Aita, Guilherme Ferreira de Oliveira, Carlos Eduardo dos Santos Ferreira e Maria Elizabete Mendes. A publicação tem apoio de Abbott, BD, Controllab, Hemocue, Radiometer, Roche, Shift, Softeasy, Sysmex e TM Informática.

Os exemplares serão distribuídos no intervalo da tarde durante a programação científica dos dias 26 e 27 de setembro, no Espaço SBPC/ML, na área da exposição técnico-científica.

Acesse o livro "Recomendações da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML): Fatores pré-analíticos e interferentes em ensaios laboratoriais"