O Ensaio de Proficiência é uma ferramenta eficaz para determinar o desempenho da fase analítica do laboratório. Aliado ao controle interno e a uma gestão comprometida com a qualidade, promove um profundo conhecimento dos processos de análise e garante a confiabilidade dos seus resultados.
Também conhecido como controle externo, é uma sistemática contínua e periódica, constituída por avaliações de resultados obtidos pelo laboratório na análise de materiais desconhecidos que simulam pacientes. Tais avaliações resultam de estudos estatísticos e análises de um grupo assessor, que apontam erros e possíveis causas, acertos e considerações sobre o desempenho global dos participantes. Relatórios são disponibilizados para o laboratório verificar seu desempenho, identificar melhorias relacionadas a sistemática de ensaio, equipamentos e corpo técnico.


Além de avaliar a qualidade técnica, o ensaio de proficiência é:
pré-requisito de processo de acreditação e licitações;
exigência para credenciamento junto às principais seguradoras de saúde;
diferencial frente à concorrência;
obrigatório para serviços de triagem pela Portaria MS 1353/2011;
obrigatório para laboratórios clínicos pela RDC Anvisa 302/2005.
 
Entre os Benefícios

Padronizar a fase analítica frente ao mercado.
Avaliar a eficiência do controle interno e assegurar sua adequação em métodos específicos.
Avaliar e monitorar o desempenho dos laboratórios em ensaios específicos.
Identificar acertos e conformidade.
Determinar as características de desempenho de métodos já estabelecidos e/ou novos métodos e tecnologias.
Prover ações corretivas e/ou preventivas.