MRC proveniente da NCTC tem conquistado as rotinas microbiológicas

nctc

O MRC Culturas de Referência Qualitativa, derivado da coleção de culturas europeia NCTC, obtém o reconhecimento dos usuários devido a boa recuperação e crescimento dos microrganismos

Na rotina dos laboratórios de análises, as cepas de referência são fundamentais para o controle de qualidade dos insumos utilizados nos exames de diagnóstico clínico, veterinário, nas análises microbiológicas de alimentos, água, produtos farmacêuticos e meio ambiente. Também são de grande importância para realização dos estudos de validação de métodos analíticos e determinação da incerteza de medição.

Em sua busca contínua para prover as melhores soluções em controle de qualidade laboratorial, a Controllab realizou parceria com a PHE – Public Health England. Essa iniciativa viabilizou para o Brasil e outros países da América Latina, acesso imediato a coleção de bactérias mais renomada da Europa e mais antiga em todo o mundo – NCTC (National Collection of Type Cultures) – fundada em 1920.

Inicialmente foi viabilizada a produção de cepas controles e em seguida os materiais obtiveram a chancela da ABNT NBR ISO 17034. Hoje, são mais de 60 cepas reconhecidas como Material de Referência Certificado (MRC), disponíveis para pronta entrega ou programadas mensalmente na quantidade definida pelo laboratório. Essas cepas auxiliam os processos a cumprirem requisitos da NBR ISO/IEC 17025 quanto ao controle da qualidade dos resultados.

O desconhecimento de outras coleções de culturas equivalentes à americana, inicialmente, causou hesitação nos laboratórios para adotar cepas de outras origens. No entanto, atualmente existem 806 coleções de culturas em 78 países e regiões* registradas no WDCM (World Data Center for Microorganisms), um banco de dados internacional que agrupa as cepas em um sistema único de identificadores, facilitando o cruzamento de informações sobre as cepas de referência recomendadas para uso na garantia da qualidade. Nele, é possível verificar que a mesma cepa tem uma designação diferente em cada coleção de cultura. Por exemplo, a cepa Escherichia coli NCTC 11954 é também designada ATCC 35218, CIP 102181, DSM 5923, CCUG 30600, CECT 943 dependendo da coleção de cultura.

Usuários que fizeram a experimentação, em seguida incluíram em sua rotina o MRC Cultura de Referência Qualitativa, proveniente da NCTC. As culturas apresentam boa recuperação e crescimento dos microrganismos, contribuindo nas principais validações: teste de detecção dos microrganismos, antibiograma, métodos alternativos, novos equipamentos, insumos microbiológicos (meios de cultura), etc. Elas conferem mais confiança e credibilidade ao controle de qualidade, facilitando o processo de atendimento às normas, legislações, auditorias, acreditações e fiscalizações.

O benefício da iniciativa alcança, além do Brasil, países como Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela. Acesse o site da Controllab e saiba mais sobre as cepas disponíveis no MRC Culturas de Referência Qualitativa.

* Conforme consulta ao  http://www.wfcc.info/ccinfo/ em 25/06/21.

Assine nossa newsletter

Receba publicações relevantes sobre laboratório e soluções para 
gestão da qualidade.

ENTRAR

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, possibilitando uma navegação mais personalizada, de acordo com as características e o seu interesse. Para mais informações consulte a nossa Política de Privacidade e Segurança.

PRM 0009

Acreditação Cgcre/Inmetro - Produtor de Material de Referência Certificado

A Controllab é acreditada como Produtor de Material de Referência Certificado (MRC) desde 2016 pela Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE), do Inmetro, sob o n.º PMR 0009. A avaliação dessa conformidade é realizada conforme os requisitos estabelecidos nas normas ABNT NBR ISO 17034 e Inmetro, garantindo assim a competência para a produção dos MRC, conforme Escopo de Acreditação.

Esta acreditação atesta a competência técnica da Controllab em produzir MRC, conforme requisitos internacionais e a habilita para ser reconhecida em outros países, conforme acordos de reconhecimento mútuo, estreitando as barreiras técnicas entre o Brasil e os outros países dos Continentes.

CAL 0214

Acreditação Cgcre/Inmetro - Laboratório de Calibração

Em dezembro de 2002, o Laboratório de Calibração foi acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE) do Inmetro. Com esse reconhecimento, tornou-se parte integrante da rede brasileira de laboratórios acreditados, sob o nº214. Desde então, é avaliado periodicamente para a manutenção e/ou extensão da acreditação.

O selo do Inmetro atesta competência técnica, credibilidade e capacidade operacional da Controllab para os serviços de calibração, conforme requisitos da ABNT NBR ISO/IEC 17025.

A Cgcre é signatária dos Acordos de Reconhecimento Mútuo da International Laboratory Accreditation Cooperation (ILAC) e da Interamerican Accreditation Cooperation (IAAC)

PEP 0003

Acreditação Cgcre/Inmetro - Laboratório de Controle

Em setembro de 2011, a Controllab foi acreditada pela Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE) do Inmetro como provedor de ensaio de proficiência, sob o nºPEP0003. Inicialmente dentro de um projeto piloto do Inmetro, esta acreditação baseou-se na ILAC G13: 2007 e incluiu diversos ensaios clínicos e de hemoterapia. Nas avaliações periódicas desta acreditação novos segmentos e ensaios são incluídos e a avaliação passa a ser conduzida segundo a ABNT NBR ISO/IEC 17043.

Esta acreditação atesta a competência técnica da Controllab em desenvolver e conduzir ensaios de proficiência conforme requisitos internacionais e a habilita reconhecida em outros países, conforme acordos de reconhecimento mútuo firmados pelo Brasil no Mercosul, Américas e Europa.

A Cgcre é signatária dos Acordos de Reconhecimento Mútuo da International Laboratory Accreditation Cooperation (ILAC) e da Interamerican Accreditation Cooperation (IAAC)